Follow by Email

quarta-feira, 25 de maio de 2011

TIRANDO DUVIDAS

O Que é Cauterização Capilar
A cauterização é uma reestruturação capilar. A cauterização — ou plástica capilar, como também é chamada — é um tratamento que faz a cicatrização das cutículas do cabelo através de hidratações com produtos especiais.
A principal função da cauterização é recuperar a elasticidade do cabelo, já que o tratamento age do córtex até as cutículas, por dentro do fio. Ou seja, a cauterização é uma hidratação profunda que sela as escamas dos fios e suaviza as pontas duplas, o que permite eliminar o aspecto arrepiado dos cabelos

Queratina

Um dos principais componentes do cabelo é a queratina. Quando os fios perdem esse nutriente ocorre um desgaste da fibra capilar, os cabelos ficam secos, quebradiços, porosos e sem vida. A cauterização é uma técnica para repor essa queratina perdida.
A queratina é o componente essencial do fio, formado por aminoácidos que preenchem as fissuras e recompõem a fibra do cabelo. Além disso, a queratina penetra na cutícula do cabelo, hidratando e restaurando fio a fio, devolvendo a maciez, o brilho e repondo a queratina natural do cabelo

Como é feita a cauterização capilar?
O tratamento de cauterização pode ser feito em salão de beleza ou em casa. Para obter um resultado mais eficiente, principalmente em cabelos mais ressecados, o ideal é que seja feito por profissionais em salão. Para manter os cabelos sempre hidratados, o procedimento pode ser feito em casa com kits de cauterização disponíveis no mercado.
No salão, a cauterização é feita por etapas:

•Os cabelos devem ser lavados duas vezes com xampu anti-resíduos para abrir as escamas e prepará-lo para a máscara de hidratação.
•Antes de receber o creme, é importante secar com uma toalha para tirar o excesso de água.
•Depois, os cabelos são separados em mechas para receber o creme e um reestruturador à base de colágeno. Deixa-se agir por 20 minutos e então enxágua-se.
•Após retirar todo produto, é aplicado um composto a base de queratina.
•Assim que todo o cabelo receber a queratina, novamente mechas serão separadas para serem secas com secador. Em seguida, passa-se a chapinha para a queratina penetrar nos fios com maior eficiência.
•Para finalizar, os cabelos recebem óleo de silicone para abaixar ainda mais os fios, principalmente os novos.

Vale lembrar que cada cabelo requer um tipo diferente de hidratação, pois cada tipo pode apresentar diferentes graus de ressecamento ou estrutura. O profissional deve analisar as necessidades do fio e determinar o método a ser usado.
É importante que essa técnica seja sempre conduzida por um profissional qualificado.
A cauterização é recomendada para quaisquer tipos de cabelos, principalmente para fios muito danificados, ressecados, com pontas duplas, quebradiços, desidratados por tinturas ou por uso excessivo de secadores e escova definitiva.
A reposição da queratina dá um resultado fantástico aos cabelos, deixando-os com muito mais brilho, maciez e força.

O que é a escova progressiva

A escova progressiva é uma técnica que visa o alisamento dos cabelos e diminuição do volume dos fios. Essa escova é chamada de progressiva por causa dos resultados a cada aplicação, com os cabelos ficando progressivamente mais finos. Além do alisamento do cabelo com a escova progressiva há a hidratação dos fios com a queratina. Os resultados da escova progressiva podem durar de 2 a 6 meses, sendo que depois desse período a mulher deve passar por novas sessões. Muita polêmica tem acontecido em torno da escova progressiva por causa do uso de quantidades de formol não permitidas pela Anvisa, entretanto há produtos aprovados que podem ser usados nessa técnica.

Que males o formol na escova progressiva pode causar

O formol é uma substância tóxica, que foi alvo de fiscalização da Anvisa por causa do seu uso na escova progressiva. O formol pode causar reações na pele, aparelho respiratório, mucosas, olhos e até a destruição dos fios de cabelo. A toxidade do formol pode resultar desde mal-estar até doenças como asma. A Anvisa permite a quantidade de apenas 0,2% de formol em uma mistura química para alisamento do cabelo, sendo que para alisar os cabelos é preciso pelo menos 5% de formol.

O que é escova progressiva sem formol

Na escova progressiva sem formol há a utilização de outras substâncias para alisamento, como o tioglicólico e hidróxidos. A escova progressiva sem formol requer um prazo de até 3 meses e 3 sessões para perder os cachos. Embora o alisamento proporcionado não seja tão radical quanto a escova progressiva com formol, a saúde da pessoa é preservada. Além disso, a escova progressiva sem formol não é tão agressiva aos fios de cabelos. Atualmente há vários produtos aprovados pela Anvisa para escova progressiva sem formol ou com a quantidade permitida de 0,2% dessa substância.
O que são as escovas de chocolate, de morango, inteligente

Como resposta ao uso perigoso do formol tóxico, o mercado de alisamento de cabelo vem apresentando vários tipos de escova progressiva natural, como a de chocolate, de morango, de açúcar e de maçã. Tais escovas progressivas utilizam nas fórmulas ácidos e seiva de frutas e são livres de formol ou contêm apenas quantidade permitida dessa substância. Essas escovas progressivas também poderiam fortalecer os fios de cabelo quebradiços e deixar as madeixas mais brilhantes e macias.
Que cuidados a pessoa deve ter ao usar a escova progressiva
Durante 3 dias depois de passar pela escova progressiva a pessoa não deve lavar os cabelos, nem os prender ou colocar atrás da orelha. Caso a pessoa lave os cabelos antes do tempo ela removerá a química, e se prender os fios eles poderão ficar marcados. Em alguns tipos de escova progressiva, como a inteligente, não é necessário que a pessoa fique sem lavar ou prender os cabelos. Ao fazer um tipo de escova progressiva pela primeira vez é é aconselhável fazer teste de sensibilidade.

Luzes

Se você deseja apenas ilumina o visual, quebrando a monotonia do tom uniforme dos seus fios, as luzes são uma boa pedida. Elas são feitas em mechas finas por toda a cabeça, que ganha fios descoloridos que se misturam a cor original do cabelo. Cerca de 50% dos fios são descoloridos neste processo, que produz mechas sutis, clareando o cabelo ate três tons. Se os cabelos já estão muito claros depois de várias sessões, é possível fazer luzes negativas. Neste caso, são feitas mechas mais escuras, no tom natural dos fios.


Reflexo

Clareia de 80 a 90% dos fios e trabalha com cores claras mais fortes e definidas. A espessura das mechas dependerá da quantidade (volume) de cabelos. Em geral, elas são finas, espalhadas e bem marcadas. O método está em desuso atualmente porque, segundo alguns cabeleireiros, confere visual artificial.


Mechas

Aqui acontece o clareamento (descoloração) ou coloração de mechas largas. Normalmente, os tons escolhidos contrastam com a cor predominante do fio. As mechas são bem marcadas, feitas em regiões estratégicas para acentuar o rosto.

Mechas ou luzes californianas


As mechas (ou luzes) californianas são mais escuras no comprimento e mais claras nas pontas, deixando a raiz livre de qualquer química. Elas dão luminosidade às extremidades e efeito de profundidade ao cabelo. São muito requisitadas no verão, pois dão aos fios o aspecto de queimados de sol. O resultado final são cabelos com ate sete tons de dourado, vindo em degrade desde a raiz até as pontas, do tom mais escuto ao tom mais claro.

Balaiagem


É um processo tom sobre tom que modifica cerca de 20% dos fios. As mechas, concentradas no topo da cabeça, são normalmente grossas e de duas ou três cores, sempre próximas ao tom original dos fios. É indicada para quem quer começas a clarear os cabelos, mas tem receio de uma mudança muito radical. O resultado do processo passa a idéia de cabelos levemente iluminados pelo sol, pois os fios não ficam muito marcados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário